Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Questão 1 - Exame de Suficiência CFC 2018.2 - Reconhecimento de perda de imobilizado

O Balanço Patrimonial da Sociedade Empresária Alfa, encerrado em 31/12/2016, apresentava um ativo imobilizado reconhecido ao valor contábil de R$ 80.000,00. Em 31/12/2017, a Sociedade Empresária Alfa encontrou indicações observáveis de que o valor desse ativo imobilizado diminuiu significativamente ao longo do ano de 2017, mais do que seria de se esperar como resultado da passagem do tempo ou do seu uso normal. Ademais, a Sociedade Empresária Alfa tinha evidências disponíveis, provenientes de seus relatórios internos, indicando que o desempenho econômico desse ativo imobilizado seria pior que o esperado. Sabendo disso, a Sociedade Empresária Alfa, em 31/12/2017, reconheceu a perda por desvalorização desse ativo imobilizado, assegurando que ele estivesse registrado contabilmente por valor que não excedesse seu valor de recuperação.

Informações complementares levantadas sobre esse ativo imobilizado: 

  • Em 31/12/2007, as expectativas de mercado para o valor justo desse ativo foram dadas pelos fluxos de caixa futuros líquidos de despesas de alienação, sendo: Ano 2018 R$ 30.000,00; Ano 2019 R$ 20.000,00; Ano 2020 R$ 30.000,00. 
  • Os fluxos de caixa futuros líquidos de despesas de alienação foram determinados com base no valor indicado pelas expectativas de mercado, em 31/12/2017, em relação à vida útil remanescente de 3 anos para esse ativo. 
  • Em 31/12/2017, a taxa de desconto que refletia avaliações de mercado sobre o valor do dinheiro no tempo e dos riscos específicos desse ativo imobilizado era de 12% ao ano. 
  • Em 31/12/2017, a expetativa era que, ao final de sua vida útil remanescente, o ativo teria valor residual igual a zero. 

Considerando-se somente as informações apresentadas e a NBC TG 01 (R4) – Redução ao valor recuperável de ativos e NBC TG 46 (R2) – Mensuração do valor justo, assinale, entre as alternativas a seguir, aquela com o valor que mais se aproxima da perda por desvalorização do ativo imobilizado que a Sociedade Empresária Alfa reconheceu contabilmente em 31/12/2017. Considere ainda que se tratou de um ativo individual e que ele não havia sofrido nenhum tipo de reavaliação. 

A) R$ 95.017,00.
B) R$ 80.000,00.
C) R$ 64.083,00.
D) R$ 15.917,00.

Questão anulada!!!


Nas informações complementares, no primeiro item, a questão citou 31/12/2007, quando deveria ter sido 31/12/2017.

Vamos então aproveitar a questão supondo que seja realmente 31/12/2017.

A questão trata de reconhecimento de perda no valor do imobilizado.

NBC TG 01 (R4) – Redução ao valor recuperável de ativos, diz que o valor recuperável é "o maior valor entre o valor justo líquido de despesas de venda de um ativo ou de unidade geradora de caixa e o seu valor em uso".

Já a NBC TG 46 (R2) – Mensuração do valor justo, define valor justo como "o preço que seria recebido pela venda de um ativo ou que seria pago pela transferência de um passivo em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data de mensuração".

Para o teste de recuperabilidade, esses valores seriam comparados, sendo que, pegaríamos o maior entre eles e confrontaria com o valor contábil até então. E assim, o valor de registro seria o menor entre os dois últimos, a partir do reconhecimento da perda, caso haja.

Na questão não diz qual o valor justo por uma possível venda e sim, apenas o valor em uso durante 2018, 2019 e 2020. Assim, vamos verificar qual o valor presente desses fluxos de caixa futuros e comparar o seu somatório com o valor contábil de R$ 80.000,00, e verificar o total da perda.

Esses valores devem ser trazido a valor presente, ou seja, para 31/12/2017, à taxa dada de 12%.

Valor presente

Ano 2018 - R$ 30.000,00
VP = 30 / (1 + 0,12)1 = 26.785,71

Ano 2019 - R$ 20.000,00
VP = 20 / (1 + 0,12)2 = 15.943,88

Ano 2020 - R$ 30.000,00
VP = 30 / (1 + 0,12)3 = 21.353,41

Somando os três valores presentes teremos R$ 64.083,00

Valor contábil .............80.000,00
Valor Recuperável........64.083.00

Como o valor que deve ficar registrado é o menor deles, então, é necessário verificar o total da perda e registrar essa perda, que vai reduzir o ativo imobilizado para R$ 64.083,00.

Perda = 80.000,00 - 64.083.00 = 15.917,00.

Alternativa D).
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares