Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

domingo, 23 de dezembro de 2018

Questão 29 - exame de Suficiência CFC 2018.1 - Custo Real e Custo padrão

Uma indústria produz apenas um produto e utiliza apenas uma matéria-prima em sua fabricação. A equipe de Contabilidade Gerencial efetua mensalmente uma confrontação entre o custo real e o custo padrão. A análise da variação (desvio) ocorrida entre o custo padrão e o custo real da matéria-prima é parte relevante do controle de custos. A análise da variação é feita seguindo os parâmetros ilustrados na figura a seguir.

O custo-padrão da matéria-prima para uma unidade do produto é dado por: CP (Matéria-Prima) =1.100 kg x R$ 150,00/kg = R$ 165.000,00. Para o mês de maio de 2018, a indústria apurou que o custo da matéria-prima para uma unidade do produto foi igual a R$ 198.000,00. Sabe-se que em maio de 2018 o preço da matéria sofreu um aumento de 10% em relação ao padrão e que a quantidade real por unidade de produto foi igual a 1.200 kg.

Considerando-se apenas as informações apresentadas, a variação (desvio) desfavorável no custo matéria-prima no mês de maio de 2018 devido ao aumento no preço foi de: 

A) R$ 1.500,00.
B) R$ 15.000,00.
C) R$ 16.500,00.
D) R$ 33.000,00.

Solução:

Como a questão requer a variação desfavorável no custo da matéria prima devido ao aumento apenas no preço, devemos deixar de lado a variação da quantidade e também mista.

Assim vamos considerar apenas os 1.100 Kg, tanto ao preço de R$ 150 por Kg quanto após o aumento de 10% no preço do Kg.

Custo Padrão
1.100 Kg
R$ 150 por Kg
= R$ 165.000

Custo real
1.100 Kg
150 (1 + 0,10) => 150 (1,10) = R$ 165 por Kg
= 181.500

Então, deve-se fazer essa subtração, entre o custo real e o custo padrão, obtendo a variação desfavorável com relação a custo de matéria prima co relação apenas ao aumento no preço.

181.500 - 165.000 = 16.500 desfavoráveis

Alternativa C


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares