Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Plano de Contas

Também conhecido como Elenco de Contas, diz-se que o Plano de Contas é o conjunto de contas que as empresas já têm pre-estabelecido, o qual serve para direcionar seus registros contábeis dos atos e fatos praticados.

Plano de Contas nas entidades privadas

Além de direcionar esses registros, também serve de parâmetro para a elaboração das demonstrações contábeis.

Para a elaboração de um plano de contas, deve-se observar dos tipos de informação que a empresa à qual vai esse plano de contas, já que cada empresa tem sua necessidade de detalhamento específico dessas informações, já deixando claro que não há um modelo geral de plano de contas que atenda todas as empresas sem que necessite de fazer ajustes.

Três objetivos fundamentais do Plano de Contas

1 - atender às necessidades de informação da administração da empresa;
2 - Seu formato deve ser compatível com os princípios de contabilidade, bem como, com a Lei 6.404/76, a "Lei das S/A”, pois, esta é a norma legal que versa sobre a elaboração do balanço patrimonial e das demais demonstrações contábeis;

3 - Deve ser elaborado de forma a adaptar-se à legislação do Imposto de Renda e também às exigências dos agentes externos.

Dessa forma, nesse elenco de contas, é possível perceber que na sua estrutura se percebe que há a aplicação das normas devido a montagem dessa estrutura, tendo ainda como norteador, o  "Manual de Contas", trazendo comentários e indicações para a boa aplicação e o uso de cada uma das contas.

Contas do Balanço Patrimonial

Como a escrituração contábil é obrigatória, esta deve seguir as orientações contidas na legislação comercial, observando o que diz as Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC).

Por sua vez, o balanço patrimonial, como uma das principais demonstrações contábeis, ao lado da DRE (demonstração do Resultado Exercício), evidencia de forma sintética a situação patrimonial da empresa e dos atos e fatos constantes na escrituração contábil.

A Lei 6.404/76 juntamente  com os Princípios de Contabilidade orienta como deve ser estruturada o Balanço Patrimonial;

Estrutura de contas conforme a Lei 6.404/76 :

Balanço Patrimonial - Plano de Contas

Abaixo, há três modelos de Plano de Contas, conforme seja a empresa, comercial, industrial ou prestadora de serviços e que sejam tributadas pelo Simples Nacional.

Uma coisa a ser entendida tanto para esses Plano de Contas, como quaisquer outros, são os níveis, que são aqueles números que se ver à frente da descrição da conta.

Normalmente, o mínimo de NÍVEIS recomendado são de 4, mas, dependendo da empresa e de sua necessidade poderão haver mais que isso em seu plano de contas. No exemplo dado abaixo e também nos plano de contas para download, são de 5 níveis.

Nível 1:

Ativo, Passivo, Receitas, Custos e Despesas.

Nível 2:
  • Ativo Circulante, e Não Circulante;
  • Passivo Circulante e Não Circulante e Patrimônio Líquido;
  • Receita Bruta, Deduções da Receita Bruta, Outras Receitas Operacionais;
  • Custos e Despesas Operacionais.
Nível 3 e 4: Contas que evidenciem os grupos a que se referem;

Nível 5: Subcontas que evidenciem o tipo de registro contabilizado e que recebem lançamentos.

plano de contas com níveis e subniveis

O mesmo vale para Receitas e Despesas.

As contas têm a FUNÇÃO de representar a variação patrimonial ocasionada pelo a ser registrado, em seu valor mensurável em dinheiro. Com esses registros, a contabilidade exercer seu papel de forma organizada e precisa.

Downloads de Modelos de Planos de Contas para micro empresas e empresas de pequeno porte tributadas pelo SIMPLES NACIONAL.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares