Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

domingo, 10 de junho de 2018

Equação Fundamental do Patrimônio e situação Líquida

O Patrimônio Líquido ou Situação Líquida resultará da soma dos bens e dos direitos, subtraem-se as obrigações, podendo esse resultado ser positivo ou negativo.

Dessa forma, pode-se dizer que a riqueza observada pela entidade, seja pessoa jurídica ou pessoa física, será medida conforme  a Equação Fundamental do Patrimônio.

PATRIMÔNIO LÍQUIDO = BENS + DIREITOS – OBRIGAÇÕES
Ou
PATRIMÔNIO LÍQUIDO = ATIVO – PASSIVO

Dessa equação, podemos observar que, caso a soma dos bens + direitos (ATIVO) seja maior que as obrigações exigíveis (PASSIVO), teremos uma Patrimônio Líquido ou Situação Líquida positiva.

Porém, a recíproca também é verdadeira, ou seja, no caso dessa soma ser menor que as obrigações exigíveis, teremos um Patrimônio Líquido ou situação Líquida negativa, demonstrando que não há ativos suficientes para cobrir os passivos. Veja a figura abaixo:

Equação Fundamental do Patrimônio e situação Líquida


Na primeira situação, a empresa da figura acima apresenta um PL ou situação negativa de 55 mil reais e por isso aparece entre parêntese, por ser negativo.

Já na segunda situação, o PL é positivo em 30 mil reais, devido a soma dos bens e direito chegarem a 330 mil, superando em 30 mil às obrigações exigíveis.

Dessa forma podemos dizer que o Patrimônio Líquido ou a Situação Líquida é o valor residual da diferença entre ativo e passivo.

Esse PL, valor residual é pertencente aos proprietários (donos, sócios) da entidade. Daí o porquê que quando se fala em obrigações exigíveis, embora o PL figure do lado do Passivo, mas, esse exigível se refere ao capital de terceiro que tá investido na entidade, já que o capital próprio (donos, sócios), não tem data de exigibilidade.

Esse PL é composto por muitas contas, que serão vistas ao longo de muitos artigos e, desde já, é bom saber que a parte do PL que é composta pelo capital dos proprietários é chamado de Capital Social.

Outras Situações Patrimoniais:

1 – ATIVO = PATRIMÔNIO LÍQUIDO. Na prática, dificilmente se observará essa situação, na qual, não haveria nenhuma obrigação para com terceiros, mas, se houver, ou quanto mais se aproximar disso, seria na teoria, a melhor situação para as empresas já que o seu PASSIVO seria igual ou próximo a zero.

2 – ATIVO = PASSIVO. Situação em que o PATRIMÔNIO LÍQUIDO é igual a zero. Nesse momento se verifica que a empresa não tem recursos próprios (CAPITAL PRÓPRIO). Entendendo que legalmente há CAPITAL SOCIAL em todas empresas, presume-se que esta situação é difícil de ocorrer.

3 – ATIVO + PATRIMÔNIO LÍQUIDO = PASSIVO. O PATRIMÔNIO LÍQUIDO é deficitário, tendo os PREJUÍZOS levado a empresa a um PL  negativo. Popularmente é o dito PASSIVO A DESCOBERTO.

4 - PATRIMÔNIO LÍQUIDO = PASSIVO. O ATIVO é igual a zero. Nesse caso era preciso que existissem apenas OBRIGAÇÕES. Não se imagina que isso possa acontecer na prática, já que, tendo havido origens de recursos, gerando obrigações, essas origens obrigatoriamente deveriam terem se destinadas à investimentos no ativo.

5 – ATIVO = PASSIVO + PATRIMÔNIO LÍQUIDO. Esta situação representa bem a EQUAÇÃO DO EQUILÍBRIO PATRIMONIAL, sendo normalmente a maneira como se encontram a maioria das empresas.
Componentes Patrimoniais (post anterior que iniciou esse assunto)
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares