Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

terça-feira, 28 de março de 2017

Questão 4 – Exame de Suficiência CFC 2017.1- ICMS a Recuperar

A questão trata basicamente de uma Confrontação de ICMS a Recuperar com ICMS a Recolher, devendo fazê-la após o registro de ICMS tanto em virtude da aquisição quanto da venda de mercadorias.

(Questão 4 – Exame de Suficiência CFC 2017.1) Uma Sociedade Empresária iniciou suas atividades em janeiro de 2017. Nesse mês, realizou as seguintes transações:

  • Aquisição de mercadorias por R$ 20.000,00. Nesse valor está incluído Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços - ICMS recuperável, no valor de R$ 3.400,00.
  • Venda, por R$ 25.000,00, de 50% das mercadorias adquiridas. Sobre a receita obtida na operação, há incidência apenas do ICMS na alíquota de 12%.

Considerando-se que essas foram as únicas transações efetuadas no mês, após o registro contábil de apuração do ICMS, a Sociedade Empresária apresentará:

a) Um saldo de ICMS a Recuperar no valor de R$ 400,00.
b) Um saldo de ICMS a Recolher no valor de R$ 1.300,00.
c) Um saldo de ICMS a Recolher no valor de R$ 3.000,00.
d) Um saldo de ICMS a recuperar no valor de R$ 3.400,00.

Resolução:


A questão pede apenas o registro contábil de apuração de ICMS, nos dizendo que devemos fazer a confrontação entre os dois saldos, ou seja, a Recuperar e a Recolher.

O saldo a Recuperar já foi dado na questão, que é de R$ 3.400, nos bastando agora, calcular o ICMS a Recolher.

Temos que calcular os 12% sobre a venda, que foi de R$ 25.000.

25.000 * 12 = 3.000 (a Recolher)
              100

Confrontação de ICMS a Recuperar com ICMS a Recolher

Como o saldo a Recolher é menor que o saldo a Recuperar, então, para zerarmos o saldo a Recolher, essa conta receberia um lançamento a débito no valor de R$ 3.000 e, em contrapartida, haveria um lançamento a crédito na conta ICMS a Recuperar, em igual valor, sobrando na conta ICMS a Recuperar, um valor de R$ 400,00.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares