Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Cálculo do Lucro Bruto - Questão 21 do Exame de suficiência do CFC 2016.1

Para ver mais sobre Operações com mercadorias, veja a categoria Estoque e Operações com Mercadorias.

Nesse post, a intenção é detalhar a questão 21 do exame de suficiência do CFC 2016.1.

Para resolver com mais detalhes, foi feito primeiro os cálculos iniciando com a Receita de venda e os dados das contas que seguem logo abaixo da receita bruta de vendas quando se vai elaborar a DRE, porém, parando logo ao chegar na Receita Líquida de venda, pois, a partir daí, necessitamos do CMV, e que não foi informado no problema.

21. Uma Sociedade Empresária apresentou as seguintes informações a respeito de suas operações com mercadorias:

Discriminação  Valor 
 Abatimentos sobre compras  R$ 7.000,00
 Abatimentos sobre vendas  R$ 10.000,00
 Valor total de aquisição das mercadorias  R$ 90.000,00
 Desconto financeiro concedido  R$ 3.000,00
 Desconto financeiro obtido  R$ 4.000,00
 Fretes sobre compras  R$ 5.000,00
 Fretes sobre vendas  R$ 8.000,00
 Receita bruta de vendas  R$ 180.000,00
 Tributos sobre compras – recuperáveis e incluídos no valor de aquisição  R$ 6.000,00
 Tributos sobre vendas  R$ 30.000,00

Considere que todos os itens adquiridos foram vendidos no mesmo período e que não havia estoques de mercadorias no início do período.

Diante apenas das informações apresentadas, e de acordo com o disposto na Lei nº. 6.404/76, o Lucro Bruto é de:

a) R$50.000,00.
b) R$51.000,00.
c) R$58.000,00.
d) R$59.000,00.

Resolução:

Pelo fato de a questão pedir apenas o lucro bruto, vamos então procurar entre essas contas, aquelas que vêm acima do lucro bruto na DRE:

Receita bruta de vendas        180.000
(-) Tributos                               (30.000)
(-) Abatimentos                          (10.00)
Receita líquida de vendas      140.000


A partir daí, é necessário que tenhamos o CMV (custo das mercadorias) para que possamos continuar. Acontece o problema não trouxe o CMV, então, usamos outros dados fornecidos para encontrarmos o CMV.

CMV = Estoque inicial + Compras do período – Estoque final

Devemos lembrar que não havia estoque inicial e também não haverá estoque final, pois, no problema diz que a mercadoria adquirida foi também vendida.

O Valor total de aquisição das mercadorias adquirida (compras) foi de R$ 90.000. Desse valor, tivemos R$ 7.000 referentes à abatimento, reduzindo o valor da aquisição. Temos também que incluir o frete que é um custo em consequência da aquisição e deve ir para o estoque. Por último, devemos lembrar que, há tributos recuperáveis e, sendo recuperáveis, não deve ir para o estoque, no valor de R$ 6.000.

Agora, vamos usar a fórmula do CMV, porém, apenas com os detalhes dados no parágrafo anterior, já que sabemos que havia e nem haverá estoques inicial e ou final.

CMV
Compras                       90.000
(-) Abatimentos             (7.000)
(-) Tributos s/ compras  (6.000)
(+) Frete s/ compras        5.000
CMV                             82.000

Ou

CMV = 90.000 – 7.000 + 5.000 – 6.000
CMV = 82.000

Sendo o CMV de R$ 82.000, já podemos retomar a DRE de onde paramos e incluir o CMV e descobrir o lucro bruto que foi pedido:

Receita bruta de vendas        180.000
(-) Tributos                               (30.000)
(-) Abatimentos                          (10.00)
Receita líquida de vendas      140.000
(-) CMV                                    (82.000)
Lucro Bruto                              58.000

Letra “C”
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares