Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Custo do capital próprio pelo Modelo de Gordon

Dentre os modelos financeiros utilizados para o cálculo do Custo do Capital Próprio estão o CAPM (Capital Asset Pricing - Modelo de Precificação de ativos de capital) e o Modelo de Gordon (Modelo de crescimento constante )

O CAPM é o mais utilizado pelo mercado por ser um modelo considerado mais completo e o mesmo, já foi visto em artigo anterior.

Modelo de Crescimento Constante (Modelo de Gordon)

Para se calcular o custo de capital próprio através do Modelo de Gordon utiliza-se a fórmula abaixo, onde, a partir da mesma, poderemos também calcular outras variáveis

Modelo de Gordo
Cálculo do preço da ação

Ou
Modelo de Gordon - custo de capital proprio
Cálculo do custo de capital próprio

Onde:

P0 - Preço da Ação
D1 - Próximo Dividendo esperado
Ks - Custo de capital próprio
g - Estimativa de crescimento dos dividendos (taxa de crescimento esperado)

Para se calcular o D1 usa-se a fórmula:

D= D* (1 + g)

Onde:

D- é o próximo dividendo;
D0 - é o último dividendo pago.

Lembrando ainda que, a segunda fórmula é obtida a partir da primeira através de conceitos de álgebra, onde, após a multiplicação de "P0" tanto pelo "Ks" como pelo "g" e depois colocando em evidência aquele valor comum aos dois e prosseguindo com a equação.

Esse Modelo tem como princípio base o de quede que, o valor da ação seja igual ao valor atual dos prováveis dividendos futuros, ou seja, que o preço corrente da ação seja igual aos fluxos descontados da série de dividendos futuros

Praticando:

Vamos imaginar que no exercício passado tenha efetuado pagamento de dividendos e que o preço deste tenha sido de R$ 4 por ação. Essa empresa tem suas ações negociadas atualmente por R$ 20 cada. Sabe-se ainda que há uma estimativa de taxa de crescimento de 6% ao ano.

Com base somente nessas informações, vamos calcular o valor da remuneração dos acionistas utilizando o Modelo de Crescimento Constante (Modelo de Gordon).

Ks  =    (D1 / P0) + g 

Como dito anteriormente, a fórmula a ser utilizada para esse cálculo, será a do  K(custo do capital próprio). No entanto, basta colocar seus devidos valores na fórmula e resolver como numa equação de 1º grau.

Antes, vamos calcular qual será o preço do próximo dividendo (D1).

D= D* (1 + g)
D= 4 * (1 + 0,06)
D= 4 *1.06
D= 4,24

Agora, vamos colocar na fórmula todos os dados do problema e também o D1 encontrado:

Ks  =    (D1 / P0) + g            
Ks  =    (4,24 / 20) + 0,06
Ks  =   0,212 + 0,06
K= 0,272 ou 27,20%

Considerando apenas os dados do problema, a remuneração do capital próprio seria de 27,20%.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares