Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Estatística – Conceitos Introdutórios

A palavra Estatística vem de status (estado em latim).

É uma parte da Matemática Aplicada e, tem como função fornecer métodos para a coleta, organização, descrição, análise e interpretação de dados, com o objetivo de se fazer previsão e utilizar os mesmos para a tomada de decisões a quem couber.

Estatística é a parte da matemática que estuda quantitativamente os fenômenos naturais e ou sociais e tem sua avaliação com base em métodos científicos de coleta, organização, apresentação e análise de dados.

População e amostra


Denomina-se população estatística ou universo estatístico, o conjunto de entes portadores que
tenha ao menos, uma característica comum. Uma amostra é um subconjunto finito de uma população.
Estatística – Conceitos Introdutórios


Com a ajuda da Estatística, a seleção e organização da estratégia a ser adotada no empreendimento serão facilitadas, podendo escolher melhor as técnicas de verificação e avaliação da quantidade e qualidade do produto, servindo também para fazer previsões de lucros e/ou perdas.

A Estatística, através de tabelas e gráficos facilitarão a compreensão visual dos cálculos matemático-estatísticos que lhes deram origem, poderá ajudar a fazer um planejamento resumido.

Tipos de estatísticas
  • Estatística Descritiva - coleta, organiza e descreve os dados;
  • Estatística Indutiva ou Inferencial - analisa e interpreta esses dados;
  • Estatística probabilística - preocupa-se com o estudo de planejar, por exemplo, jogadas ou estratégicas de jogos de azar e ainda, o risco e o acaso de eventos virem a acontecer. 

Passos do método estatístico 

  1. Coleta de dados - Depois do planejamento e a determinação das características mensuráveis do fenômeno que será pesquisado, inicia-se a coleta dos dados numéricos necessários para sua descrição. 
  2. Crítica dos dados - Após a coleta dos dados, eles devem ser submetidos a uma crítica, ou seja, essa crítica que se diz, é a procura de possíveis falhas e imperfeições, para que dessa forma, tenhamos os melhores dados a serem trabalhados. 
  3. Apuração dos dados - É a soma e o processamento dos dados já passado pelas duas fases anteriores e a disposição mediante critérios de classificação. 
  4. Exposição ou apresentação dos dados - Nessa fase os dados serão apresentados sob uma forma adequada (tabelas ou gráficos), facilitando o exame daquilo que será submetido a tratamento estatístico e posterior obtenção de medidas típicas. 
  5. Análise dos resultados - Finalmente a Estatística completa seu ciclo, retirando conclusões do todo (população) a partir de informações representativa do todo (amostra). Concluindo as 4 fases anteriores (Estatística Descritiva), procede-se a uma análise dos resultados obtidos a partir dos métodos da Estatística Indutiva ou Inferencial, daí os resultados, com conclusões e previsões.
Estatística nas Empresas

Sejam privadas, estatais, governamentais, não importa, seja qual for o tipo de empresa, o seu administrador estará constantemente se deparando com situações em que precisa tomar decisões.

Como essas decisões não podem se valer sempre de “sorte”, o administrador deve sempre apelar para o seu conhecimento e o uso da Estatística, o que irá facilitar seu tríplice trabalho, organizar, dirigir e controlar a empresa.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares