Contabilidade e Matemática para Negócios e Concursos

sábado, 22 de outubro de 2016

Desconto de Duplicatas

Duplicatas são títulos originados da venda faturada, que tem vencimento do valor de face em data futura. Chamamos de desconto de duplicatas, o ato de uma entidade entregar esses títulos para um banco visando a antecipação do recebimento desse valor e, em virtude dessa negociação, haverá a cobrança de juros.

Desconto de Duplicatas


Essa operação não exclui a responsabilidade pela adimplência por parte da entidade beneficiada com o desconto, ou seja, o caso de não liquidação pelo devedor do título, a instituição financeira irá debitar o valor de face na conta corrente da entidade beneficiada com o desconto.

Tratamento contábil do desconto de duplicatas


O seu valor de face é registrado numa conta redutora do Ativo Circulante, após a conta “Duplicatas a Receber ou Clientes”. Esta conta é retificadora do ativo, sendo assim, credora.

1 - Registro do desconto creditado em conta:

D – Banco C/Movimento (Ativo Circulante)
C – Duplicatas Descontadas (Ativo Circulante)

2 - Registro do débito bancário, relativo a juros e encargos sobre a operação:

D – Despesas Financeiras (Resultado)
C – Bancos Conta Movimento (Ativo Circulante)

3 - Quando da liquidação da duplicata descontada pelo cliente:

D – Duplicatas Descontadas (Ativo Circulante)
C – Duplicatas a Receber (Ativo Circulante)

4. Falamos que a entidade ainda era responsável pela adimplência. Bem, supondo que o cliente não pagou e o banco tenha debitador o respectivo valor na conta da empresa, então o lançamento será:

D – Duplicatas Descontadas (Ativo Circulante)
C – Banco C/Movimento (Ativo Circulante)

Exemplo: Vamos imaginar que uma entidade na carteira de Clientes o saldo de Duplicatas no Valor de R$10.000 vencíveis em 60 dias. Por necessitar de dinheiro para suas operações o Gerente Financeiro resolveu descontar no Banco “X” 50% dos títulos disponíveis à taxa de 3% , considerando o regime de juros simples. Após o saldo ser depositado na Conta Bancária da Empresa que, ali, já havia um saldo de R$7.000. Vamos então calcular o valor desse desconto:

1º - Calcular valor a ser descontado: 0,50 x 10.000 = 5.000.
2º - Calcular os Juros que serão cobrados pela instituição financeira: 0,03 x 2 meses x 5.000 = 300 

Desconto de duplicatas - conta retificadora

Supondo que o cliente honre o compromisso e integralize (pague) a duplicata na data correta, ficaremos assim:

Desconto de duplicatas - conta retificadora-1

Dando baixa dos 5.000 da conta cliente, pois não teremos mais esse direito para receber, creditando e assim zerando duplicatas descontadas e dessa forma, veja que, abaixo, no ATIVO, ela não aparece mais entre parêntese, quando reduzia a conta cliente e essa, que era de 10.000, passa a ser de 5.000. Mas, e se o cliente devedor não pagar? Essa é mais uma situação possível.

Vejamos como fica:

Desconto de duplicatas - conta retificadora-2

Veja que, nesse caso, de uma forma ou de outra a duplicata tinha que ser paga à instituição financeira e, a entidade continuou com sua conta de duplicatas descontadas da mesma maneira que antes, dado baixa (pago). Porém, de onde saiu o dinheiro para pagar foi o que mudou. A duplicata foi debitada na conta corrente da entidade que alterou o seu ATIVO da conta Banco Conta Movimento para 6.700.

No entanto, a conta clientes que tava em 5.000, volta a ter os 10.000, pois, o cliente continua a dever para entidade.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens populares